Clube da Música Clássica #01 – Pós-evento

O Tempo.

A passagem do tempo.

Uma observação sobre a passagem do tempo.

O fluxo contínuo que leva a uma observação sobre a passagem do tempo: um recorte…

Tal como quem medita: sem julgar, sem barrar, sem punir, sem se exaltar…

Apenas observar e deixar que, naturalmente, os acontecimentos e pensamentos passem em fluxo contínuo pela nossa percepção.

A observação começa e os sons aparecem, cada um a seu tempo, sem hierarquia, apenas no acaso dos acontecimentos.

A observação acompanha os sons no tempo, os escuta e os percebe.

A observação termina, a música se desfaz e os sons terminam, esvaem-se.

Mas isto nem sempre é fácil.

Uma música onde os acontecimentos se dão sem uma relação fixa com o tempo ou com a métrica pode despertar angústia, suspense, imprevisibilidade e até aversão, como muitos relataram no encontro.

Esta é uma música que pode tirar o chão, tirar as referências, tirar as certezas… todavia, uma música que conduz a uma observação, a uma introspecção, a um estado de só observar sem alegrias nem tristezas.

Esta é a proposta do compositor Olivier Messiaen na Liturgia de Cristal, o primeiro andamento do Quarteto para o Fim do Tempo.

Esta foi a música eleita pela enquete feita via Facebook que virou o tema do primeiro encontro do Clube da Música Clássica.

Como observamos durante o encontro, o violoncelo e o piano fazem um ambiente, algo cíclico que não tem começo nem fim… apenas o fluxo suave dos sons no tempo, sem julgamentos, sem arrebatamentos, sem exaltação das emoções.

Inseridos no ambiente, um Melro e um Rouxinol cantam. O Melro, ave sagrada mas destrutiva, tem seu canto sensual e triste feito pelo clarinete. O Rouxinol, com seu canto agudo, livre e espontâneo, aparece no violino.

Como sugere Messiaen, esta observação se dá entre 3 e 4 horas da manhã.

«Transposez cela sur le plan religieux, vous aurez le silence harmonieux du ciel.»(1)

Apenas uma observação sobre o tempo.

Apenas uma meditação sobre o tempo.

Em fluxo…

Os acontecimentos a transcorrerem no tempo…

O tempo a transcorrer livre…

Que acaba sem concluir…



Notas:

(1) Tradução livre: Transponha isto para o plano religioso, você terá o silêncio harmonioso do céu.


Quarteto para o Fim do Tempovídeo no Youtube. Liturgia de Cristal: 0’40 a 3’35.

Escute o canto do Rouxinol e compare com o violino – áudio na Wikipédia.


Sugestão que fiz no Encontro: Sinfonia Turangalila do Messiaen – vídeo no Youtube. Especial atenção ao Tema do Amor em 8’16.

Do sânscrito, turanga e lîla: canção de amor e hino de alegria, tempo, movimento, ritmo, vida e morte. (cf. Turangalîla-Symphonie na Wikipédia)

08/Jul/2017
#Música e Arte#Educação